Veja como começar um negócio com pouco dinheiro

veja-como-comecar-um-negocio-com-pouco-dinheiro

Montar um negócio com pouco dinheiro é, sem dúvida, um tema extremamente popular no atual momento que o Brasil e o mundo atravessam.

Sabemos que começar um novo negócio já exige bastante atenção quando se tem um bom capital, então imagine sem ou com pouco dinheiro. Nesse caso o desafio é ainda maior.

Atualmente a busca por empreender, por abrir um negócio, tem sido bem comum em função do momento econômico, por conta da pandemia.

Muitos empregos foram perdidos e a solução que muitos trabalhadores encontraram para sustentar suas famílias foi a de montar um negócio, ou mesmo, complementar renda.

Existe ainda a realidade de recém-formados que saem da faculdade e não encontram emprego no mercado de trabalho, e dessa forma, buscam montar sua própria empresa.

Seja qual for o motivo, empreender exige planejamento, investimentos, conhecimento e disposição.

Portanto, montar um negócio, principalmente com pouco dinheiro, é um grande desafio, no entanto, é possível.

Nesse artigo vamos dar algumas dicas bem úteis para lhe ajudar na missão. Vamos lá?

Existem muitos segmentos de negócios, tanto no campo da prestação de serviços ou produtos, bem como, indústria ou comércio.

Cada um desses segmentos tem seus pré-requisitos básicos.

Inclusive, tem negócios que podem ser iniciados e até mantidos com baixo custo.  

Cabe ao empreendedor buscar qual o perfil de negócio que quer montar, levando em conta a sua capacidade técnica, seus recursos disponíveis e, principalmente, a sua motivação.

Boa parte do sucesso de um negócio é exatamente a motivação, ou seja, você fazer algo que gosta, que te apaixona, para que dessa forma todos os sacrifícios exigidos se tornem leves, apenas degraus.

Planejamento é indispensável

Tudo que formos fazer com planejamento as chances de darem certo aumentam muito. E, obviamente, não seria diferente em relação aos negócios. Aliás, nesse caso é fundamental e indispensável.

Além do planejamento informal do primeiro momento, que envolve saber o que quer como quer, onde será e como será, existe o Plano de Negócios que já se trata de algo mais formal, completo, com metodologia já estabelecida.

Nesse plano de negócios será definido tudo que é preciso: tipo de negócio, mercado, público alvo, capital inicial, modelo tributário, registros legais enfim, tudo que é necessário para se iniciar uma empresa com toda segurança possível para que dê certo e prospere. E não se esqueça de buscar treinamento. 

O Sebrae oferece muitos cursos acessíveis.

Ideias de negócios que exigem pouco dinheiro

Existem muitas ideias de negócios, inclusive já testadas. Alguns empreendedores buscam algo novo, algo que ainda não tenha no mercado.

Sem dúvida é algo interessante, pois inovação sempre é bem vinda. Contudo, negócios que já existem tem a vantagem de já serem testados.

Não preocupe com a concorrência, ao contrário, busque conhecer seu concorrente para que possa criar um diferencial no seu negócio.

Outra questão a se considerar na  hora de escolher um negócio de baixo custo é se ele vai gerar o faturamento que você precisa.

Não basta  apenas ser de baixo custo de montagem, ele precisa ter potencial razoável de faturamento, com vistas ao crescimento.

Atualmente tem crescido os trabalhos home Office, para o caso de prestação de serviços online mas também para os que não exigem uma sede própria.

Por exemplo, existem muitos “negócios de garagem”.

Assim como também, algumas empresas que tinham sede própria ou mesmo lojas físicas passaram a funcionar virtual, para economizar nas instalações: aluguel, energia elétrica, funcionários, transportes, etc.

Negócios Virtuais ou Online

Loja virtual (e-commerce)

e-commerce é um mercado que já vinha crescendo  a algum tempo. Com o quadro pandêmico ele foi bem  impulsionado em função do isolamento social e da busca por  novas alternativas, por parte das empresas. 

Designed by @yanalya / freepik

As lojas virtuais ganham espaço e muitos negócios que eram físicos passaram a ser virtuais.

Esse formato tem baixo custo de implantação e, melhor ainda, também de manutenção.  O que não significa baixo faturamento.

Outro aspecto interessante é que, dependendo do seu modelo de negócio, você pode ser apenas a ponte entre o fornecedor e o cliente final, sem precisar se preocupar com produção ou estoque.

O empreendedor pode escolher entre plataformas que já oferecem layouts e sistemas de e-commerce gratuitos. Essa é uma boa maneira de economizar. O custo de domínio de site é acessível, podendo pagar anualmente.

Mercado de afiliados

Trabalhar como afiliado através de plataformas de vendas virtuais, tais como a Monetizze, Hotmart entre outras também é uma boa opção, que requer baixo custo.

Afiliados são vendedores comissionados, para promover e vender info-produtos ou produtos físicos, através da internet.

O investimento será basicamente com marketing digital e impulsionamento de posts.

Produção de conteúdo

A internet está cheia de conteúdo: texto curto, texto longo, artigos,  vídeos, fotos, jogos, enfim, um leque enorme de demandas.  

E tudo isso pode ser feito por uma empresa totalmente online.  

Se você tem formação e habilidade com textos, designer, edição de vídeos ou tudo que gere conteúdo para sites, blogs, canais no YouTube e redes sociais, essa é uma boa opção de negócio.

O investimento que terá que fazer é apenas num computador e numa boa internet.

Caso registre um CNPJ, terá o custo de registro e impostos. Se for MEI, o custo será apenas da certificação digital e os impostos mensais, que são bem baixos.

Negócios Físicos

Alimentação

Trabalhar com alimentação é um mercado bem interessante por ser de primeira necessidade. 

Inclusive, com a pandemia e o isolamento social, o serviço de Delivery cresceu bastante. No entanto, mesmo antes disso, o ramo da alimentação sempre foi promissor.

E dentro desse ramo existem vários ramos: marmitas, doces, pães, lanches rápidos, pizza, enfim, você pode escolher o que mais se  adequa a sua realidade , habilidade ou perfil.

O investimento inicial vai depender do ramo que escolher, contudo, não precisa ser alto, uma vez que pode começar pequeno e ir crescendo na medida em que aumenta sua clientela.

Use as redes sociais para divulgação  para atingir seu publico alvo.

Produtos para pets

Essa é um mercado que cresce bastante e do qual não é preciso muito investimento para começar.

Uma das ideias é a produção  de acessórios que têm baixo custo de produção, por exemplo, roupas, almofadas e brinquedos para pets.

Soma-se a isso também a produção de rações nutritivas.

Serviços em domicílio

Essa é uma comodidade que tem atraído um bom público.

Dentro desse segmento existem várias possibilidades:

– Banho e tosa de pets

– Lavagem de veículos

– Jardinagem

– Suporte de computadores

– Aulas particulares

– Saúde e Beleza, tais como: massagens, manicure, maquiagem, etc.

Esperamos que  nosso artigo possa ter lhe despertado boas ideias. Caso queira que falemos de mais algumas sugestões, deixe seu comentário.

Fonte: Facilite

Leave a comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *