Saque emergencial do FGTS começa em julho?

saque-emergencial-do-fgts-comeca-em-julho?

O saque emergencial do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) vai mesmo começar agora em julho? Em 2021 não haverá o saque emergencial do FGTS. Talvez as pessoas estejam confundindo com o saque-aniversário que está sendo liberado agora neste mês.

Saque emergencial do FGTS não será liberado

Não podemos criar falsas esperanças para o trabalhador, sendo assim, fique sabendo que o saque emergencial do FGTS não será liberado este ano, embora estivesse prevista para ser liberada, pois, fazia parte do plano de contingência elaborado pelo Ministério da Economia, para combater os efeitos da pandemia em 2021.

No entanto, o governo preferiu priorizar outros programas emergenciais com o auxílio emergencial e o Benefício Emergencial de Preservação do Emprego e da Renda (BEm), deixando de fora, o saque emergencial do FGTS. O Ministério da Economia já descartou o saque em 2021.

Saque-aniversário

Fonte: gov.br

Na verdade, o que está sendo liberado é o saque-aniversário, uma modalidade do FGTS que permite aos trabalhadores resgatarem todos os anos parte do saldo referente ao fundo.

O trabalhador quando adere ao saque aniversário, passa a receber parte do saldo anualmente, porém, perde o direito do saque por motivo de demissão sem justa causa, mas, continua com direito de receber a multa de 40% sobre o FGTS.

O trabalhador não é obrigado a aderir à modalidade, por isso, se deseja receber deve realizar a opção.

Receberão o saque-aniversário os nascidos no mês de julho. Eles terão até o final de setembro para sacar o valor.

A tabela a seguir mostra o quanto cada trabalhador poderá sacar de cada conta que possui, a depender do saldo que ela tem:

Faixas de saldo Aliquota Parcela adicional fixa
Até R$ 500 50%
de R$ 500,01 até R$ 1 mil 40% R$ 50
de R$ 1.000,01 até R$ 5 mil 30% R$ 150
de R$ 5.000,01 até R$ 10 mil 20% R$ 650
de R$ 10.000,01 até R$ 15 mil 15% R$ 1.150
de R$ 15.000,01 até R$ 20 mil 10% R$ 1.900
Acima de R$ 20.000,01 5% R$ 2.900

Edição por Jorge Roberto Wrigt Cunha – jornalista do Jornal Contábil

Leave a comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *