Governo prorroga auxílio emergencial por mais três meses

governo-prorroga-auxilio-emergencial-por-mais-tres-meses

O Governo Federal anunciou nesta segunda-feira (5) a prorrogação do Auxílio Emergencial por mais três meses, sendo assim, quem mora sozinho continua recebendo R$ 150,00, famílias com duas ou mais pessoas R$ 250,00 e mães chefes de família R$ 375.

Aplicativo auxílio emergencial do Governo Federal. / Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) editou decreto que prorroga o pagamento do auxílio, que foi instituído pela Medida Provisória (MP) n° 1.039, de 18 de março de 2021.

As novas parcelas serão pagas em agosto, setembro e outubro.

A MP também libera um crédito extraordinário para o Ministério da Cidadania custear os gastos da prorrogação.

“Essa é uma medida muito importante, pois o auxílio vem sendo uma importante ferramenta para que pais e mães de famílias, muitos deles que foram impedidos de ganhar o sustento de suas famílias, possam avançar dentro da nossa sociedade com o mínimo de dignidade”, disse o ministro João Roma nas redes sociais de Bolsonaro.

Inicialmente o auxílio emergencial 2021 seria pago até julho, ou seja, em quatro parcelas, e que agora está sendo prorrogado.

Novo Bolsa Família

O governo agora planeja lançar em novembro o novo Bolsa Família, após o pagamento do auxílio emergencial. Segundo o ministro da Cidadania, o programa será fortalecido e ampliado, de forma a alcançar mais pessoas.

O Bolsa Família já tem data certa para receber a prorrogação do auxílio emergencial, o dinheiro entra na conta dos beneficiários no dia 19 de agosto. Os demais precisarão aguardar calendário que será divulgado em breve.

Edição por Jorge Roberto Wrigt Cunha – jornalista do Jornal Contábil

Leave a comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *