Como funciona o cálculo do Lucro Real?

como-funciona-o-calculo-do-lucro-real?

Quando falamos em Regime tributário, estamos falando de algo fundamental para qualquer empresa, entender o que isso significa, bem como o tamanho de sua importância é um fato determinante na escolha mais adequada para cada tipo de empresa.

Hoje, no entanto, vamos explicar um pouco sobre o Lucro Real, bem como funciona o cálculo deste regime tributário.

Entendendo o Lucro Real

O Lucro Real, de modo geral, se trata de um regime tributário onde os impostos que devem ser pagos são calculados a partir do lucro líquido do período de apuração. O cálculo é feito considerando os valores a adicionar ou descontar, conforme as compensações permitidas por lei.

No entanto, antes mesmo de afirmar sobre a lucratividade real do regime, é necessário verificar o lucro líquido de cada período ou ano, conforme a legislação. Em outras palavras, para apurar o valor, a empresa precisa saber exatamente qual foi o lucro obtido para ser possível realizar a base de cálculo do Imposto de Renda Pessoa Jurídica (IRPJ) bem como da Contribuição Social Sobre o Lucro Líquido (CSSL). Assim sendo, conforme a apuração, os encargos podem aumentar bem como diminuir.

Designed by @yanalya / Freepik

Como funciona o cálculo do Lucro Real?

Normalmente o Lucro Real é mais conhecido por ter um sistema de cálculo mais complexo, logo suas responsabilidades e margens de contribuição são maiores.

Faturamento 

Para contabilizar o Lucro Real, a primeira etapa é determinar o valor da receita total da organização em um determinado período. Em outras palavras, você precisa calcular a quantidade de dinheiro que a empresa recebe de suas atividades na venda de seus produtos ou serviços.

Despesas

A partir daí, devem ser deduzidos desse valor os gastos e despesas incorridas pela empresa para suas operações, como manutenção, salários de funcionários, compra de equipamentos, etc.

Resultado

Após toda essa matemática, o resultado obtido é o que corresponde ao que é o Lucro Real.

Se atente aos impostos do Lucro Real

É extremamente importante que para se calcular o Lucro Real é necessário conhecer os impostos que incidem sobre o regime, que de modo geral são:

PIS e Cofins

Tanto o PIS quanto o Cofins são encargos cumulativos, ou seja, a conta da soma dos valores de créditos menos os débitos é que mostrarão o saldo a ser pago.

IRPJ

Com relação ao IPRJ, existe uma alíquota de 15% para as empresas que apresentam um lucro mensal de até R$ 20 mil. No entanto, para os demais negócios que excedam esse valor, a alíquota corresponde a 15% sobre o lucro e mais 10% sobre o valor excedente.

CSLL

Com relação a CSLL, sua alíquota pode variar entre 9% a 12%.

Dica Extra: Já imaginou aprender 10 anos de Prática Contábil em poucas semanas?

Conheça um dos programas mais completos do mercado que vai te ensinar tudo que um contador precisa saber no seu dia a dia contábil, como: Rotinas Fiscais, Abertura, Alteração e Encerramento de empresas, tudo sobre Imposto de Renda, MEIs, Simples Nacional, Lucro Presumido, enfim, TUDO que você precisa saber para se tornar um Profissional Contábil Qualificado.

Se você precisa de Prática Contábil, clique aqui e entenda como aprender tudo isso e se tornar um verdadeiro profissional contábil.

Leave a comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *