Bolsa Família terá novo valor em 2021

bolsa-familia-tera-novo-valor-em-2021

O Bolsa Família passará por mudanças e uma delas se refere ao valo que deverá passar para R$ 300 como é o desejo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

O programa atende 14 milhões de famílias consideradas de baixa renda. Atualmente o valor do Bolsa Família está em R$ 192. Segundo o governo, o novo Bolsa Família entra em vigor no mês de novembro, assim que terminar o pagamento do auxílio emergencial.

O ministro da Cidadania, João Roma garantiu que ao fim do auxílio emergencial será colocado em ação o novo Bolsa Família.

“Já em novembro, fortalecido e ampliado, para que os brasileiros possam avançar cada vez mais, não só com o suporte do Estado brasileiro nesse momento de vulnerabilidade, mas também com todos os auxílios para eles poderem vencer e avançar na sua qualidade de vida”, ressaltou.

As mudanças no programa social devem ser apresentadas, obrigatoriamente, até dezembro deste ano, já que a lei veda a adoção desse tipo de medida em ano de eleições.

Embora esteja prometido para novembro, o governo ainda não definiu qual será realmente o valor do novo Bolsa Família. Para Paulo Guedes, ministro da Economia, o valor deveria ser de R$ 250, no entanto, o presidente disse que o valor será de R$ 300.

Foto: Jefferson Rudy / Agência Senado

Bolsa Família em dobro é aprovado

Foi aprovada pela Comissão de Seguridade Social e Família da Câmara dos Deputados a proposta que dobra o valor do benefício do Bolsa Família enquanto durar a emergência em saúde pública ocasionada pela pandemia da Covid-19.

A relatora, a deputada Jandira Feghali apresentou o texto substitutivo que altera o PL 681/20, de autoria da deputada Natália Bonavides que propõe a ampliação dos benefícios variáveis para lares com crianças e adolescentes de 0 a 17 anos com atividade escolar suspensa por conta da pandemia.

Benefício básico (famílias em situação de extrema pobreza): passaria dos atuais R$ 89,00 para R$ 178,00;

Benefício variável (famílias com gestantes, nutrizes, crianças entre 0 e 12 anos ou adolescentes de até 15 anos): valor mensal passará de R$ 41 para R$ 82,00;

Benefício variável (famílias com adolescentes entre 16 e 17 anos): benefício passará de R$ 48,00 para R$ 96,00, limitado até dois benefícios por família.

Ficou de fora somente o benefício para superação da extrema pobreza, que possui valor calculado individualmente para cada família.

Edição por Jorge Roberto Wrigt Cunha — jornalista do Jornal Contábil

Leave a comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *