terça-feira , agosto 22 2017
Home / Cíntia Alves

Cíntia Alves

Jucá é denunciado por crime que a Zelotes atribuiu a Lula

Categoria: 

Justiça
Foto: Lula Marques
 
 
Jornal GGN - Mais de 8 meses após tomar conhecimento de que empresários acusaram Romero Jucá de ter sido o arrecadador de propina ao PMDB em cima da Medida Provisória (MP) 627/2013, a Procuradoria-Geral da República decidiu denunciar o senador por supostamente ter favorecido algumas empresas, em inquérito da Zelotes que segue em sigilo.
 
A MP em questão previa mudanças nas regras de tributação dos lucros das empresas no exterior.
 
Na acusação atual, Jucá teria oferecido benefícios à siderúrgica Gerdau.
 
Em 2016, a Zelotes denunciou Lula por causa da mesma MP. Os procuradores disseram que o ex-presidente teria praticado tráfico de influência, ou seja, permitido que seu nome fosse usado por terceiros que supostamente negociaram com montadoras os pagamentos irregulares que, no final, teriam beneficiado um dos filhos do petista.

leia mais

Read More »

Após escapar de tomates, Gilmar Mendes defende “semipresidencialismo” sonhado pelo PSDB

Categoria: 

Crise
 
Jornal GGN - O minitro do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes escapou de levar uma chuva de tomates nesta segunda (21), durante um debate sobre reforma política em São Paulo, segundo relatos da Conjur. O manifestante que aguardava Gilmar superar o atraso do avião acabou sendo expulso antes do magistrado chegar ao encontro promovido pelo Estadão.
 
"Ele estava escalado para fazer a abertura de um evento sobre reforma política organizado pelo Estadão na sede do jornal, em São Paulo. Chegou atrasado, porque o voo em que viria, às 6h05, foi cancelado pela TAM. Nesse meio tempo, um espectador sentado na primeira fileira da plateia carregava tomates destinados ao ministro Gilmar. Foi expulso do evento a tempo por um segurança que viu a munição nos bolsos do manifestante", relatou o jornalista Pedro Canário.

leia mais

Read More »

Corregedoria arquiva investigação contra Dallagnol por palestras

Categoria: 

Justiça

Foto: EBC

Jornal GGN - O procurador Deltan Dallagnol não cometeu nenhuma irregularidade proferindo palestras ao longo de 2016, alavancadas por força da Lava Jato, rendendo 12 eventos que somaram R$ 219 mil. Na visão da Corregedoria Nacional do Ministério Público, Dallagnol apenas exerceu uma atividade intelectual que não é caracterizada legalmente como de empresário. Sem ter revelado informações sigilosas, também não é possível dizer que ele violou o dever funcional do cargo. É o que aponta reportagem do Jota.

"O texto afirma que haveria irregularidade do procurador se ele dirigisse um atividade econômica, assumindo os riscos do negócio, auferindo lucros ou sofrendo prejuízos decorrentes da atividade, por meio da articulação habitual de capital, trabalho, insumo e tecnologia, o que não ficou caracterizado no caso."

A investigação contra Dallagnol foi solicitada por deputados do PT.

leia mais

Read More »

Wanderley Guilherme: Sucesso de Lula aumentará a violência da direita

Categoria: 

Análise
Foto: Ricardo Stuckert
 
 
Jornal GGN - O cientista político Wanderley Guilherme dos Santos publicou artigo em seu blog, o Segunda Opinião, avaliando que a Lava Jato não conseguiu destruir a imagem de Lula e o sucesso da caravana que ele tem feito pelo Nordeste é prova de que o povo ainda acha o ex-presidente "irresistível". Diante dessa fato, Santos aponta que a direita pode não saber lidar com o sucesso e o potencial eleitoral de Lula e aumentar o discurso de ódia e descambar para a violência física. O título do artigo resume tudo: "O fedor da força bruta". 

leia mais

Read More »

Procuradores de Curitiba agora dizem que delações foram usadas para “proteger” Dilma, Lula e o PT

Categoria: 

Mídia
Cíntia Alves
A turma de Curitiba - com algumas exceções - joga no mesmo time de Michel Temer. Estão pouco interessados que mais uma delação contra o presidente surja antes que a OAS ofereça mais munição contra Lula
Foto: Reprodução/IstoÉ
 
Jornal GGN - O jornalismo, quando exercido sem nenhum compromisso com a honestidade intelectual, além de indevidamente subestimar o leitor, corre o risco de revelar um pezinho na loucura. É o caso de IstoÉ e a matéria da última edição, que tenta colocar Michel Temer e aliados como vítimas da perseguição de Rodrigo Janot, um petista enrustido na visão dos procuradores de Curitiba e outros.
 
Basicamente, a revista disse aos leitores o seguinte: sabe aquelas delações da Lava Jato (Delcídio do Amaral, Sergio Machado e Joesley Batista) que outrora ajudaram a sacar Dilma Rousseff do poder, multiplicaram as ações penais contra Lula e continuam sendo usadas para destruir a imagem do pretenso candidato à presidência da República? Pois bem, acreditem ou não, elas fazem parte de um grande esquema montado pelo atual procurador-geral da República para "proteger o PT" e perseguir seus adversários políticos, de PMDB a PSDB.
 
É o nível de argumentação de quem está comprometido com o atual governo e seus vultosos recursos publicitários. 

leia mais

Read More »

Gilmar Mendes já foi patrocinado por entidade comandada por Jacob Barata

Categoria: 

Justiça

Foto: Divulgação

Jornal GGN - O ministro do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes recebeu patrocínio para o Instituto Brasiliense de Direito Público, o IDP, quando Jacob Barata era vice-presidente da Confederação Nacional dos Transportes (CNT). Jacob é o empresário beneficiado por um habeas corpus de Gilmar, na semana passada. A imprensa revelou, posteriormente, que o ministro foi padrinho de casamento da filha de Jacob.

Em nota publicada nesta segunda (21), a coluna Radar mostrou que a CNT estava entre os patrocinadores de um congresso promovido pelo IDP em 2015. "Os procuradores do Ministério Público encontraram mais um motivo para acreditar que Gilmar Mendes têm relações estreitas com Jacob Barata Filho", apontou a coluna.

leia mais

Read More »

Operação desarticula uso de atestado falso para obter a aposentadoria militar

Categoria: 

Justiça
Foto: Agência RBS
 
 
Jornal GGN - A Polícia Federal, a Polícia Judiciária Militar, o Ministério Público Militar e a Advocacia-Geral da União deflagraram, nesta segunda (21), uma operação chamada Reformados, com o objetivo de combater um esquema de fraudes de obtenção de atestado médico e licença falsos que beneficiava militares, principalmente temporários, que usavam esses documentos para mover ações em busca de aposentadoria (reforma).
 
"Durante as investigações, diligências flagraram pessoas com diagnósticos incapacitantes para a vida militar, por problemas físicos ou psíquicos, em uma rotina normal de vida, inclusive com ocupações remuneradas, confirmando a fraude na obtenção das decisões judiciais por licença médica ou reforma militar", publicou o Estadão.
 
A PF afirmou em nota que a fraude consistia na apresentação dos atestados falsos, com indicação de doenças e outros artifícios, para enganar a Administração Militar, a

leia mais

Read More »

Contratada por Doria, empresa que proíbe repetição de merenda é investigada

Categoria: 

Justiça

Jornal GGN - A empresa Milano, contratada pela gestão João Doria (PSDB) para servir a merenda nas escolas de São Paulo é investigada no Rio de Janeiro, por suspeita de repasses propina ao governo do estado, segundo informações da Agência Brasil. A Milano é alvo da Operação Ratatouille. 

Na semana passada, a gestão Doria envolveu-se em polêmica após pais denunciarem que os alunos da rede municipal passaram a ter as mãos marcadas com caneta para impedir a repetição de merenda.

leia mais

Read More »

Moro recebeu salário de R$ 102 mil e só devolveu R$ 9,00

Categoria: 

Justiça

Foto: Lula Marques/PT

Jornal GGN - O repórter Ricardo Mendonça, do Valor Econômico, resgatou em sua página pessoal no Twitter uma informação a respeito dos vencimentos do juiz Sergio Moro, após outros profissionais de imprensa apontarem que os procuradores de Curitiba têm recebido salário acima do teto constitucional, que é de R$ 33,7 mil.

Mendonça publicou uma imagem que mostra que só em dezembro de 2016, Moro recebeu R$ 102 mil e devolveu aos cofres públicos apenas R$ 9,00, por entender que esse é o valor que extrapolou o teto.

"Moro recebeu R$ 102.151,58 em dez/16. E devolveu R$ 9,14 por entender que era a parte que excedia o teto constitucional. NOVE REAIS", exclamou o repórter. "O teto é R$ 33,7 mil, máximo que um servidor deveria receber. Mas na conta, muitos desconsideram indenizações, auxílio-moradia, creche, refeição...", explicou.

Para Mendonça, a "matemática", de qualquer forma, não faz "sentido", se considerado o artigo 37 da Constituição.

leia mais

Read More »

Juiz diz que Veja não tem provas contra Andrea Neves e manda publicar direito de resposta

Categoria: 

Justiça

Foto: Reprodução/Facebook

Jornal GGN - O juiz Paulo Henrique Ribeiro Garcia, da 1ª Vara Cível de São Paulo, decidiu condenar a revista Veja a publicar direito de resposta em favor de Andréa Neves, irmã do senador Aécio Neves (PSDB). A sentença, dada em 15 de agosto, gira em torno de reportagem sobre a expectativa de que a delação da Odebrecht revelasse detalhes de uma conta em Nova York abastecida com propina, que teria sido controlada por Andrea.

leia mais

Read More »