terça-feira , fevereiro 20 2018
Home / Dilma / O Globo ameaça direito de manifestação no país

O Globo ameaça direito de manifestação no país

Em que lugar do planeta Terra existe um grupo empresarial com poder para alterar a Constituição de um país? Pois neste país existe um grupo que, com boa dose de razão, acha que pode alterar a Carta Magna retirando direitos civis pétreos como o direito de reunião e manifestação, constante do artigo 5º da CF.

O editorial do jornal O Globo intitulado “PT é o responsável pela segurança em Porto Alegre” constitui um atentado aos direitos civis dos cidadãos brasileiros. Não ataca “o PT”, mas, sim, o inciso XVI do artigo 5º da Constituição Federal:

Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:

XVI – todos podem reunir-se pacificamente, sem armas, em locais abertos ao público, independentemente de autorização, desde que não frustrem outra reunião anteriormente convocada para o mesmo local, sendo apenas exigido prévio aviso à autoridade competente;

Em primeiro lugar, o editorial mente. E muito. A certa altura, diz que “a linha da defesa do ex-presidente” Lula é “basicamente política, como se os advogados subissem no palanque a cada argumentação em favor do cliente” e que “Não se tenta responder de forma direta e objetiva às acusações”.

É uma imoralidade. Responder a quê? À mudança de depoimento do ex-diretor da OAS Leo Pinheiro, que passou a acusar Lula de ser o verdadeiro dono do tríplex sem apresentar nenhuma prova?

Essa acusação foi respondida cabalmente não por Lula, mas pela juíza Luciana Corrêa Tôrres de Oliveira, da 2ª Vara de Execução e Títulos no Distrito Federal, quem acaba de penhorar o tríplex para pagar um credor da OAS, reconhecendo que o imóvel é da empreiteira e, não, de Lula. https://blogdacidadania.com.br/2018/01/juiza-que-enfrentou-sergio-moro/

Mas de que adianta se as Organizações Globo, assim como todo o resto da grande mídia, sonegam essa informação ao seu público?

O que adianta é a mídia alternativa dar o que O Globo não dá. São milhões de compartilhamentos de notícias da mídia alternativa informando o que a mídia tradicional sonega. Por isso a popularidade de Lula só faz aumentar e a de Moro e a da Lava Jato só faz cair.

O editorial também diz que quando Lula responde às acusações, “Como no caso da apresentação de supostos recibos do alegado aluguel pago pelo imóvel vizinho ao de Lula, em São Bernardo, que provariam não ser dele o apartamento, as provas ficam sob suspeita”, pois “O Ministério Público considera falsos os recibos”.

Mais uma vez, O Globo recorre à mentira pura e simples, em total desrespeito ao seu público cadente. O autor da acusação de que os recibos são falsos, o dono do apartamento que Lula aluga em São Bernardo do Campo foi desmentido pelo hospital Sírio Libanês ao afirmar que assinou todos os recibos de uma vez pelas mãos de Roberto Teixeira dentro daquele estabelecimento. Ele nunca esteve lá. O Ministério Público não prova que os recibos são falsos. Apenas opina que são falsos. Sem provar. E, como se não bastasse, o MP impediu perícia oficial nos recibos, que comprovariam ou não sua autenticidade.

É vergonhoso o que faz o Globo. Na verdade, é um crime contra a honra. Porque tudo que diz nesse texto sobre o PT e Lula é mentira.

E o editorial continua mentindo. Diz que “A linha básica da defesa de Lula é o discurso de que tudo não passa de uma manobra para afastar o ex-presidente das urnas de outubro. É a mesma tática usada no caso do impeachment de Dilma: foi um ‘golpe’, diz o PT, sem qualquer preocupação em refutar com argumentos substantivos os crimes cometidos segundo a Lei de Responsabilidade Fiscal, passíveis de perda de mandato. Como aconteceu”.

Dilma e o PT não apresentaram “argumentos substantivos” contra a tese das pedaladas? Como assim? Não é um “argumento substantivo” o fato de que a mesma prática contábil adotada por Dilma foi adotada por seus antecessores Lula e Fernando Henrique Cardoso e nenhum deles foi sequer questionado por isso?

Reportagem da Folha de 26 de abril de 2015 diz, com todas as letras, que FHC e Lula também “pedalaram”.

Só que a reportagem diz que Dilma “pedalou” mais que Lula e FHC, mas não é uma questão de quantidade. Comparando com outros “crimes”, poderíamos dizer que não importa se você mata 10 pessoas ou quarenta pessoas. Você é um assassino se matar uma só pessoa.

Claro que Dilma pegar adiantamento de recebimentos na Caixa Econômica Federal para pagar programas sociais como aposentadorias e bolsa família não pode ser comparado a crime, mas existe veto na lei a essa operação, porém nunca foi levado a esse extremo porque era uma prática comum em todos os governos.

O Globo mente sobre isso também.

E continua mentindo.

Ao fim do texto, o jornal diz que “A julgar pelo que aconteceu quando Lula, pela segunda vez, foi prestar depoimento ao juiz Sergio Moro, em Curitiba, em setembro, sobre a acusação de receber propinas da Odebrecht (…) e tudo transcorreu dentro da ordem, não se deve esperar nada diferente no dia 24. Havia militantes nas ruas, mas o sistema de segurança funcionou bem na capital do Paraná, e tudo indica que acontecerá o mesmo em Porto Alegre”.

Quer dizer, então, jornal vigarista, que não foram os manifestantes que se portaram com civilidade, recolhendo até o lixo após as manifestações, mas foi o “sistema de segurança” que “funcionou” e, por isso, não houve qualquer violência?

Jornal sem-vergonha! Eu estive lá, seus picaretas! Havia dezenas de milhares de pessoas na principal praça de Curitiba e um contingente diminuto de policiais. E eles nem chegaram perto dos manifestantes.

Havia muitos idosos, crianças, trabalhadores, cidadãos de vida e conduta inatacável exercendo um DIREITO CONSTITUCIONAL.

Jornal imoral, antro de mentirosos!

Eu daria a minha vida para esfregar este post na fuça do responsável por esse editorial infame do jornal O Globo que AMEAÇA os cidadãos que vão a Porto Alegre apoiar Lula. Daria tudo para dizer a essa gente que a ameaça que faz aos manifestantes é inconstitucional, criminosa mesmo, e seria uma aberração em qualquer nação democrática.

Os cidadãos que se manifestarão em defesa de Lula em Porto Alegre têm todo direito de se manifestar sem ameaças e obstáculos impostos por ninguém. Esse editorial será denunciado ao Comité de Direitos Humanos da ONU como exemplo de intimidação coordenada por um conluio do gigantesco grupo empresarial com setor do Judiciário.

*

Peço a você que acompanha este Blog há tantos anos que leia a mensagem a seguir.

UM MINUTO DA SUA ATENÇÃO

Apoie o Blog da Cidadania. O site tem custos – equipe técnica, hospedagem, cobertura (telefonemas, deslocamentos). Assinar um dos primeiros blogs políticos do país, que já existe há 13 anos, é forma de militância política. Há várias formas de assinar. Confira, abaixo. E obrigado pelo apoio. 

PARA ASSINAR VIA CARTÃO DE CRÉDITO MENSALMENTE, CLIQUE NO LINK https://www.mercadopago.com/mlb/debits/new?preapproval_plan_id=282c035437934f48bb0e0e40940950bfAQUI 

PARA ASSINAR VIA CARTÃO DE CRÉDITO UMA SÓ VEZ, CLIQUE NO LINK https://www.vakinha.com.br/vaquinha/financie-o-jornalismo-do-blog-da-cidadania

PARA FAZER DEPÓSITO EM CONTA, ENVIE E-MAIL PARA edu.guim@uol.com.br

 

O post O Globo ameaça direito de manifestação no país apareceu primeiro em Blog da Cidadania.

About eduguim