sexta-feira , dezembro 15 2017
Breaking News

Recent Posts

Empresário dos ônibus preso tem relações com políticos e Gilmar

Categoria: 

Justiça
 
Jornal GGN - Herdeiro do "Rei dos Ônibus", o empresário Jacob Barata Filho foi preso na noite deste domingo (02) pela Lava Jato, sob a suspeita de pagar milhões de reais em propina a políticos do Rio de Janeiro. Além da influência no setor, o alvo da Operação também guarda relações com políticos ruralistas e a esposa do ministro Gilmar Mendes.
 
Jacob é sócio de diversas empresas de ônibus no Rio, o que trouxe a fama do nome ao empresário. A pedido de procuradores da força-tarefa da Lava Jato no Ministério Público Federal (MPF) e autorizado pelo juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal, ele foi detido no Aeroporto Internacional do Galeão, quando estava prestes a embarcar para Lisboa, em Portugal, com passagem apenas de ida.
 
Os investigadores monitoravam o empresário e solicitaram a detenção quando descobriram que Barata Filho havia comprado uma passagem apenas de ida à Europa, levantando a suspeita de fuga do país.

leia mais

Read More »

Gentili perde ação contra Trajano, que disse que humorista faz apologia do estupro

Em programa na ESPN, jornalista José Trajano disse que Danilo Gentili era: “personagem engraçadinho, que se porta como se fosse um sujeito que faz apologia do estupro”. Danilo entrou na Justiça se sentido atingido em sua honra e perdeu      Por Redação     Foto: Leonardo Nones/SBT   O jornalista José Trajano foi absolvido no final de …

The post Gentili perde ação contra Trajano, que disse que humorista faz apologia do estupro appeared first on Portal Fórum.

Read More »

Moro permite que Castelo de Areia seja usada contra Lula, denuncia Zanin

Categoria: 

Justiça
Cíntia Alves

Foto: Lula Marques

Jornal GGN - O advogado Cristiano Zanin, que defende Lula contra os processos da Lava Jato, denunciou nesta segunda (3) o "cerceamento de defesa" por parte do juiz Sergio Moro. Isso porque o magistrado permitiu que o Ministério Público Federal usasse a operação Castelo de Areia - em que a Camargo Corrêa foi investigada por corrupção em obras públicas - na mesma ação penal em que Lula é acusado de supostamente receber propina da Odebrecht na forma da compra de um imóvel para o Instituto Lula, entre outras hipóteses.

A discussão com Moro está registrada a partir dos 20 minutos do vídeo abaixo. Começou quando o procurador Diogo Castor de Mattos perguntou ao ex-presidente da Petrobras, Sergio Gabrielli, por que nenhuma comissão de investigação interna foi criada em 2009, quando a Castelo de Areia demonstrou que a refinaria de Abreu e Lima estava entre outras obras suspeitas de corrupção.

leia mais

Read More »

Opinião do Nassif: a Lava Jato e seus exageros

Categoria: 

Opinião
Como a falta de comando no MPF resultou, nos últimos anos, em ações anticorrupção mais onerosas para o país do que a própria corrupção

 
Saiu na Ilustríssima da Folha S. Paulo, deste domingo (02), um belo artigo, escrito por Caio Farah Rodriguez, com o título 'Além de enfrentar a corrupção, Lava Jato impõe capitalismo a empresários', mostrando a lógica sistêmica dos acordos de leniência. 
 
Farah Rodriguez não compara a Lava Jato com a operação italiana Mãos Limpas, mas sim compara com um caso que foi à Suprema Corte norte-americana em 1954, sobre a discriminação contra uma menina negra em uma escola. Na sentença, qual foi a ideia aplicada? Você tem hábitos arraigados de corrupção, discriminação, por exemplo, e o papel da sentença não é, meramente, punir, ela tem que definir uma maneira de romper com aquele sistema já estratificado. Então, nesse caso da menina, a escola foi obrigada a aceitá-la, mas, não apenas isso, teve que aplicar a condução adequada para a garota. Então, o distrito teve que providenciar a segurança dela. Assim, foi sendo criado todo um microuniverso em torno daquele ato para romper com hábitos estratificados.
 
No caso do acordo de leniência, Farah Rodriguez mostra idealmente quais seriam os reflexos da Lava Jato, mesmo com todos os erros cometidos. Então você pega uma grande empresa, por exemplo a Odebrecht, faz um acordo de leniência suficientemente severo, porque se não for cumprido o que se definiu no pacto a empresa acaba. Então isso obriga a empresa, dentro daquele universo dela, a estender as relações virtuosas a todo o seu corpo de fornecedores e de clientes, porque ela não pode mais aceitar o tipo de jogo ilegal.

leia mais

Read More »

Opinião do Nassif: a Lava Jato e seus exageros

Categoria: 

Opinião
Como a falta de comando no MPF resultou, nos últimos anos, em ações anticorrupção mais onerosas para o país do que a própria corrupção

 
Saiu na Ilustríssima da Folha S. Paulo, deste domingo (02), um belo artigo, escrito por Caio Farah Rodriguez, com o título 'Além de enfrentar a corrupção, Lava Jato impõe capitalismo a empresários', mostrando a lógica sistêmica dos acordos de leniência. 
 
Farah Rodriguez não compara a Lava Jato com a operação italiana Mãos Limpas, mas sim compara com um caso que foi à Suprema Corte norte-americana em 1954, sobre a discriminação contra uma menina negra em uma escola. Na sentença, qual foi a ideia aplicada? Você tem hábitos arraigados de corrupção, discriminação, por exemplo, e o papel da sentença não é, meramente, punir, ela tem que definir uma maneira de romper com aquele sistema já estratificado. Então, nesse caso da menina, a escola foi obrigada a aceitá-la, mas, não apenas isso, teve que aplicar a condução adequada para a garota. Então, o distrito teve que providenciar a segurança dela. Assim, foi sendo criado todo um microuniverso em torno daquele ato para romper com hábitos estratificados.
 
No caso do acordo de leniência, Farah Rodriguez mostra idealmente quais seriam os reflexos da Lava Jato, mesmo com todos os erros cometidos. Então você pega uma grande empresa, por exemplo a Odebrecht, faz um acordo de leniência suficientemente severo, porque se não for cumprido o que se definiu no pacto a empresa acaba. Então isso obriga a empresa, dentro daquele universo dela, a estender as relações virtuosas a todo o seu corpo de fornecedores e de clientes, porque ela não pode mais aceitar o tipo de jogo ilegal.

leia mais

Read More »

Acusado de corrupção, Temer está “abatido, triste e preocupado”

Categoria: 

Crise
Foto: Agência Brasil
 
 
Jornal GGN - A colunista Mônica Bergamo publicou na Folha desta segunda (3) que Michel Temer está "abatido, preocupado e triste", segundo relatos de um dos interlocutores mais frequentes do presidente. Os sinais de desânimo de Temer começaram até a "preocupar" seus amigos mais próximos, diz a jornalista.
 
Antes, Temer vislumbrava até mesmo a possibilidade de disputar a eleição de 2018 e chegar ao segundo turno. Agora, encurralado pela Lava Jato, sente-se numa "guerra sem trincheira nem guarita" e seu futuro político ficou imprevisível.
 
Na semana passada, a Câmara recebeu a primeira denúncia de Rodrigo Janot contra Temer, por corrupção passiva. Embora já dê sinais de fraqueza, Temer terá de enfrentar, ainda, uma segunda e possível terceira denúncias, por obstrução de Justiça (pagamentos a Eduardo Cunha) e favorecimento a empresários amigos envolvendo o decreto dos Portos.

leia mais

Read More »

Acusado de corrupção, Temer está “abatido, triste e preocupado”

Categoria: 

Crise
Foto: Agência Brasil
 
 
Jornal GGN - A colunista Mônica Bergamo publicou na Folha desta segunda (3) que Michel Temer está "abatido, preocupado e triste", segundo relatos de um dos interlocutores mais frequentes do presidente. Os sinais de desânimo de Temer começaram até a "preocupar" seus amigos mais próximos, diz a jornalista.
 
Antes, Temer vislumbrava até mesmo a possibilidade de disputar a eleição de 2018 e chegar ao segundo turno. Agora, encurralado pela Lava Jato, sente-se numa "guerra sem trincheira nem guarita" e seu futuro político ficou imprevisível.
 
Na semana passada, a Câmara recebeu a primeira denúncia de Rodrigo Janot contra Temer, por corrupção passiva. Embora já dê sinais de fraqueza, Temer terá de enfrentar, ainda, uma segunda e possível terceira denúncias, por obstrução de Justiça (pagamentos a Eduardo Cunha) e favorecimento a empresários amigos envolvendo o decreto dos Portos.

leia mais

Read More »

Número de inadimplentes chega a 61 milhões e bate recorde histórico, aponta Serasa

Categoria: 

Comércio e Serviços
reais_marcos_santos_usp_imagens_2_2.jpg
 
Foto: Marcos Santos/USP Imagens
 
Jornal GGN - De acordo com dados do Indicador Serasa Experian, o número de consumidores inadimplentes no Brasil atingiu 61 milhões em maio deste ano, o maior número da série histórica desde 2012. 
 
Entre abril e maio deste ano, 900 mil brasileiros entraram no cadastro de inadimplência, sendo que, no mesmo mês do ano passado, 59,5 milhões de pessoas estavam na lista. A Serasa crê que a continuidade da recessão e do aumento do desemprego são as principais causas para o alto número de inadimplentes no país. 
 
Dados do Banco Central (BC) divulgados na semana passada mostram que a inadimplência voltou a subir e chegou a 4% em maio. Nos últimos 12 meses, a alta foi de 0,3 %, sendo que parte do aumento foi provocada pela falta de pagamento de empresas, mas a inadimplência das famílias também cresceu. 

leia mais

Read More »

Número de inadimplentes chega a 61 milhões e bate recorde histórico, aponta Serasa

Categoria: 

Comércio e Serviços
reais_marcos_santos_usp_imagens_2_2.jpg
 
Foto: Marcos Santos/USP Imagens
 
Jornal GGN - De acordo com dados do Indicador Serasa Experian, o número de consumidores inadimplentes no Brasil atingiu 61 milhões em maio deste ano, o maior número da série histórica desde 2012. 
 
Entre abril e maio deste ano, 900 mil brasileiros entraram no cadastro de inadimplência, sendo que, no mesmo mês do ano passado, 59,5 milhões de pessoas estavam na lista. A Serasa crê que a continuidade da recessão e do aumento do desemprego são as principais causas para o alto número de inadimplentes no país. 
 
Dados do Banco Central (BC) divulgados na semana passada mostram que a inadimplência voltou a subir e chegou a 4% em maio. Nos últimos 12 meses, a alta foi de 0,3 %, sendo que parte do aumento foi provocada pela falta de pagamento de empresas, mas a inadimplência das famílias também cresceu. 

leia mais

Read More »

Michel Temer e as visitas por trás da moita

Na Moita! Por Denise Assis Michel resolveu lançar mão da ecologia para manter suas visitas “na moita”. Alguém deveria dizer para Michel, que quem não deve não “Temer”. Lançando mão, e já adaptando, os versos do nosso desafiador Cazuza: “Brasil, queremos que você mostre a sua cara/ queremos ver quem paga, pra gente ficar assim…” É. Estamos todos com cara de “ué”, sem entender o porquê não podemos acompanhar o entra e sai dos seus convivas. Em vez de incomodar as verdejantes samambaias, Michel deveria estabelecer o “calendário porão”. Não é assim que ele costuma receber as suas visitas? Seria […]

O post Michel Temer e as visitas por trás da moita apareceu primeiro em O Cafezinho.

Read More »

Doria leva saraivada de críticas no Bom Dia São Paulo e é cortado antes de responder

"Nos últimos seis meses foram criados Cidade Linda, Bairro, Lindo, Calçada Nova, Corredor Verde... o resultado que a gente tem visto é que não são nada mais do que aquilo que já era feito. Será que a gente não cai na história do marketing que é tanto falado?”, perguntou Bocardi.

The post Doria leva saraivada de críticas no Bom Dia São Paulo e é cortado antes de responder appeared first on Portal Fórum.

Read More »

Datafolha aponta crescimento do apoio as bandeiras da esquerda


Levantamento feito pelo Datafolha, divulgado nesta segunda-feira (3), diz que cresceu o apoio da população a ideias identificadas com a esquerda do espectro político. Por outro lado, a bandeiras da direita conservadora recuaram. Na verdade, a pesquisa revela que a população não tem dúvidas: foi golpe.

Read More »

Datafolha aponta crescimento do apoio as bandeiras da esquerda


Levantamento feito pelo Datafolha, divulgado nesta segunda-feira (3), diz que cresceu o apoio da população a ideias identificadas com a esquerda do espectro político. Por outro lado, a bandeiras da direita conservadora recuaram. Na verdade, a pesquisa revela que a população não tem dúvidas: foi golpe.

Read More »

Datafolha sobre “ideologia” do brasileiro é um besteirol inútil e mistificador

No festival de besteiras que assola a nação, a pesquisa Datafolha sobre ideologia é apenas mais um capítulo. Poderia até ser um exercício estatístico curioso, mas na atual conjuntura, me cheira mais a uma mistificação desonesta, a uma maneira meio sórdida de ocultar o avanço de ideias fascistas. Que importância se deve dar a uma pesquisa segundo a qual a esquerda passou de 28% para 31% e a direita, de 32% para 30%? Se a sondagem tivesse sido feita no dia seguinte, os números poderiam ser totalmente diferentes. Que especie de algoritmo mágico foi usado para compilar um monte de dados […]

O post Datafolha sobre “ideologia” do brasileiro é um besteirol inútil e mistificador apareceu primeiro em O Cafezinho.

Read More »