sexta-feira , dezembro 15 2017
Home / Tag Archives: Literatura

Tag Archives: Literatura

Livro relata a vida da cantora Áurea Martins, por Augusto Diniz

Categoria: 

Literatura

Livro relata a vida da cantora Áurea Martins

por Augusto Diniz

Nesta segunda-feira, dia 18, será lançado o livro “Áurea Martins: A invisibilidade visível” (editora Folha Seca). Com a presença da cantora, o evento acontece no Rio – mais detalhes aqui. O livro foi escrito por Lúcia Neves, pesquisadora na área de educação.

Uma das melhoras cantoras do País, Áurea Martins se manifestou nas redes sociais sobre o lançamento de sua biografia:

“Cada ser humano carrega consigo uma longa história. Por isso, digo sempre: cada ser humano é um livro ambulante. Uns mais interessantes, outros menos, mas todos com histórias para contar. Uma pessoa que como eu, saiu de um subúrbio da Zona Oeste (Campo Grande, no Rio), já tem um curta metragem feito pelo Zeca Ferreira, que narra em 15 minutos e um pouquinho a vida de uma cantora da noite. Não tenho o mínimo preconceito de ser chamada de crooner. Todo cantor que se apresenta como crooner enriquece sua vida musical, que a falta de espaço na mídia nunca deixaria mostrar. Sou grata as noites cariocas, a todos os músicos e cantores, casas noturnas que seja lá como foi, me fizeram ganhar o pão de cada dia”.

leia mais

Read More »

Lista de Livros: A sujeição das mulheres – John Stuart Mill

Categoria: 

Não-ficção

Seleção de Doney

Lista de Livros: A sujeição das mulheres – John Stuart Mill

Editora: Companhia das Letras

ISBN: 978-85-8285-046-6

Tradução: Paulo Geiger

Opinião: bom

Páginas: 162

       “Enquanto uma opinião se enraizar fortemente nos sentimentos, ela ganha mais do que perde em estabilidade, e ao ter contra si argumentos de um peso considerável. Porque, se fosse aceita como resultado de argumentação, a refutação do argumento poderia abalar a solidez da convicção; mas, quando só se apoia no sentimento, quanto pior seu desempenho numa disputa de argumentos, mais persuadidos ficam seus adeptos de que seu sentimento deve ter um fundamento mais profundo, que os argumentos não alcançam; e, enquanto o sentimento permanecer, estará sempre abrindo uma nova trincheira argumentativa para reparar toda brecha que se tenha aberto na antiga. E há tantas causas que tendem a fazer os sentimentos relacionados com este tema os mais intensos e os mais profundamente enraizados de todos os que cercam e protegem velhas instituições e costumes, que não devemos nos admirar de ainda os encontrar menos do que quaisquer outros solapados e afrouxados pelo progresso da grande e moderna transição espiritual e social; nem supor que as barbaridades às quais os homens se atêm mais longamente sejam menos bárbaras do que aquelas das quais se livraram antes.”

*

leia mais

Read More »

Os Direitos Humanos para a gente do Recife, por Urariano Mota

Categoria: 

Direitos humanos

http://2.bp.blogspot.com/-V92V9kpkp_I/VIy7tJtmi0I/AAAAAAAAAHE/iZSLSC42wbA/s1600/tnm04eorio.jpg

Os Direitos Humanos para a gente do Recife

por Urariano Mota

Em 10 de Dezembro de 1948, a Assembleia Geral das Nações Unidas gravou para o mundo a Declaração Universal dos Direitos Humanos Já no seu preâmbulo, anunciava: “Considerando que o desprezo e o desrespeito pelos direitos humanos resultaram em atos bárbaros que ultrajaram a consciência da humanidade...”.  Os seus artigos entre outros gritavam e continuam a gritar:

Artigo 3 - Todo ser humano tem direito à vida, à liberdade e à segurança pessoal.  

Artigo 4 - Ninguém será mantido em escravidão ou servidão; a escravidão e o tráfico de escravos serão proibidos em todas as suas formas”.

leia mais

Read More »

Lygia Fagundes Telles lembra Clarice Lispector

Categoria: 

Literatura

Enviado por Gilberto Cruvinel

do Suplemento Pernambuco

Memória e ficção, o texto abaixo - Onde estiveste de noite? - é uma lembrança que Lygia Fagundes Telles guarda de Clarice Lispector (1920-1977). Pequenas transgressões em um congresso de literatura. Publicamos o texto em homenagem a Clarice, que faleceu há exatos 40 anos. 

A crônica integra o livro Durante aquele estranho chá, publicado pela Companhia das Letras. 

leia mais

Read More »

Lista de Livros: Sobre a liberdade (Parte II) – John Stuart Mill

Categoria: 

Não-ficção

Seleção de Doney

Lista de Livros: Sobre a liberdade (Parte II) – John Stuart Mill

Editora: Companhia das Letras

ISBN: 978-85-8285-046-6

Tradução: Paulo Geiger

Opinião: regular

Páginas: 222

       “Tanto os pregadores quanto seus discípulos tendem a relaxar assim que não há inimigo à vista.”

*

        “Reconheço que a tendência de todas as opiniões de se tornarem sectárias não é sanada por um debate mais livre, e sim frequentemente ampliada e exacerbada desse modo; a verdade que deveria ter sido enxergada, mas não foi, sendo rejeitada ainda mais violentamente porque proclamada por pessoas consideradas oponentes. Mas não é no defensor inflamado, e sim naquele que assiste ao lado, mais calmo e mais desinteressado, que esse choque de opiniões produz seu efeito salutar. Não é o conflito violento entre partes da verdade, mas a tranquila supressão de metade dela é que constitui um tremendo mal; sempre há esperança quando pessoas são obrigadas a ouvir os dois lados; é quando elas só prestam atenção a um deles que os erros se cristalizam em preconceitos, e a própria verdade deixa de ter o efeito da verdade, por ter sido exagerada até se tornar uma falsidade. E, como há poucos atributos mentais mais raros do que a faculdade de julgar judiciosamente, atributo que deveria presidir o juízo inteligente entre dois lados de uma questão, dos quais somente um está representado por um advogado que o defende, a verdade não tem nenhuma chance a não ser na proporção em que cada um de seus lados, cada opinião que incorpora qualquer fração da verdade, não só encontra quem a defenda, mas é defendida de tal forma que se faz ouvir.”

*

leia mais

Read More »

África: luta de libertação na poesia de Craveirinha

Moçambicano, filho de mãe africana e pai português, José Craveirinha foi um gigante poeta militante. Sua obra tem enorme relevância na história de seu povo, visto que retrata de forma sensível em sua poesia as transformações no pensamento da intelectualidade moçambicana e as ideias que muniram a luta pela libertação nacional do julgo imperialista de Portugal.

- 08-12-2017 / , , , , ,

Read More »

Memorial para o Miniconto, por Sílvio Reis

Categoria: 

Literatura

Memorial para o Miniconto

por Sílvio Reis

Há concordâncias e controvérsias em relação ao Miniconto no Brasil. De fato, a minificção no país é um gênero importado. Grandes escritores, de vários países, adotaram esta linguagem dinâmica. Os mínis refletem estilos literários e os tempos modernos. O desafio é escrever o máximo no mínimo espaço. Ser minimalista. O tamanho de um míni, incluindo o unifrásico, facilita a leitura, a análise e a publicação. As controvérsias se dão principalmente em torno do pioneirismo e da difusão do gênero.

Aqui, a essência da informação é um memorial do Miniconto no Sul de Minas Gerais. Assim, optou-se por um pesquisador que se concentrou nessa região e apresenta um expressivo material documental.

Imagens para texto

leia mais

Read More »

sou aço, um sal grosso, borborema, por romério rômulo

Categoria: 

Literatura

Obra de Kandinsky

sou aço, um sal grosso, borborema

por romério rômulo

 

quando a noite me embala e eu viro vidro 

quando a noite me embala e eu viro porto

quando a noite me embala e eu oxido

 

sou aço, um sal grosso, borborema

em estado perfeito de paixão.

 

o que importa a mim que a carne trema?

Imagens para texto

leia mais

Read More »